Presidente Da Câmara, Wellington Dias Entrega Documentação Para Receber Doação De VAN
março 31, 2017
TERMO DE CREDENCIAMENTO Nº 05/2017 – Contrato 25/2017
abril 4, 2017
Exibir tudo

Presidente Da Câmara E Prefeito Discutem Segurança Pública Com Demais Autoridades

Aconteceu na tarde de sexta-feira, 31/03/2017, importante reunião entre o Prefeito Rogério Troncoso, o presidente da Câmara Municipal, Wellington Dias, e demais vereadores, com as autoridades do setor de Segurança Pública, em Morrinhos.

Participaram o juiz de direito, Dr. Diego Custódio Borges; a representante do Ministério Público, Dra. Jonyse Figueiredo; o Comandante da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar, Major Francisco Leônidas; o Capitão PM Weslei; o delegado titular, em Morrinhos, Dr. Fabiano Jacomelis, e representantes da comunidade local.

Entre outros, estavam presentes o coordenador do SEBRAE, Dr. Eduardo Frauzino, presidente do Sindicato Rural de Morrinhos, Vinícius Cândido; o procurador geral do município, Dr. Rafael; empresários do meio rural e industrial, Paulo César Chiari; Vivaldo de Souza Machado; Evair Inocêncio e Leonildo Saran.

O encontro foi idealizado pelo presidente da Câmara, Wellington Dias, na segunda-feira, dia 27/03, quando foi ao quartel da PM fazer uma visita de cordialidade ao Major Leônidas e seus comandados. Na oportunidade Wellington falou em nome de todos os seus colegas vereadores e colocou o Poder Legislativo local a disposição das polícias no sentido de auxiliar a resolver as possíveis carências ou demandas da corporação, em nossa cidade.

Sabedor de que o prefeito Rogério Troncoso tem a mesma disponibilidade para este auxílio, o presidente da Câmara agendou com o Major Leônidas uma reunião para que o comandante pudesse falar ao prefeito e aos vereadores sobre o trabalho que atualmente é desenvolvido, e as ações que estão sendo tomadas para coibir as práticas criminosas que cresceram nos últimos meses, em todo o Brasil. A partir disso, foram feitos os convites também para o delegado de Polícia Civil, o juiz de direito e a promotora, além de empresários e ruralistas.

Inicialmente marcada para a quarta-feira, 29/03, a reunião acabou acontecendo na tarde de sexta-feira, 31/03, por questões de agenda de todas as autoridades.

Durante a reunião, o Major Leônidas informou como estão sendo realizados os trabalhos da Companhia e fez sugestões sobre o que pode ser feito para auxiliar a PM.

Entre outras sugestões, o Major Leônidas falou da necessidade de uma exposição dos trabalhos de segurança nos meios de comunicação locais, difundindo como deve ser o comportamento do cidadão, do comerciante, do ruralista, e de todos, para evitar as situações que possam tornar as pessoas vítimas fáceis.

O comandante ressaltou que seria importante a criação de uma comissão de autoridades políticas, empresários e outras pessoas, para reivindicar mais verbas junto às autoridades governamentais.

O Major Leônidas também destacou que seria benéfica a criação de uma Central de Flagrante, em Morrinhos; e que sejam feitas Ações no presídio local para retirar possíveis aparelhos de celular, evitando a comunicação dos detentos com o mundo exterior.

Um dos principais pontos da fala do major Leônidas é de que as autoridades políticas consigam a realização de um Curso de Formação de Policiais Militares, exclusivamente feito em Morrinhos. “Isso formaria pessoas interessadas em exercer a profissão, em nossa cidade, e aumentaríamos o nosso efetivo de forma considerável” – disse o major Leônidas.

O delegado Fabiano Jacomelis disse que a Polícia Civil carece de várias ações, sendo uma delas mais agentes, escrivães e até mesmo mais um delegado para atuar em Morrinhos. Jacomelis ressaltou que hoje a colaboração da prefeitura e da Câmara em ceder alguns servidores para o apoio na delegacia é fundamental. O delegado também explicou que o revezamento semanal das centrais de flagrante é legal e foi a alternativa encontrada pela delegacia regional, dentro das dificuldades de pessoal enfrentadas ela Polícia Civil.

A representante do Ministério Público, Dra. Jonyse Figueiredo disse que realmente é importante e necessária a junção de esforços para resolver as questões que ela entende serem momentâneas.

A Promotora de Justiça ressaltou que as polícias, em Morrinhos prendem muito, pois atuam com muito emprenho, e que o Ministério Público e o Poder Judiciário morrinhenses costumam ser rígidos antes da liberação de pessoas presas em flagrante, obedecendo todos os critérios legais.

Por fim, Dra. Jonyse Figueiredo lembrou que o presídio de Morrinhos tem uma população carcerária acima da capacidade máxima, justamente por conta desse rigor das polícias, da promotoria e do judiciário, ressaltando que as polícias civil e militar realmente trabalham muito em nossa cidade, carecendo de toda a atenção das autoridades políticas.

A representante do Ministério Público ainda se colocou à disposição para ajudar nas resoluções de todas as questões, se mostrando muito interessada em colaborar.

O Juiz Diego Custódio Borges disse que um dos maiores problemas do presídio local, hoje em dia, é mesmo a lotação acima da capacidade máxima da unidade prisional.

São aproximadamente 200 presos, com cerca de 50 a 70 a mais do que a capacidade do local.

Dr. Diego lembrou que a instalação de um Bloqueador de sinal de telefone celular seria importantíssimo, mas entende as dificuldades de se conseguir isso hoje junto aos governos, devido às dificuldades financeiras por que passa o país. Ele ainda ressaltou que a intervenção das autoridades políticas é fundamental.

O empresário Paulo Chiari falou em nome de suas empresas, entre elas a SOMISA, a Produtos Dez, e de sua família. Disse que Não é normal o que está acontecendo em Morrinhos e que todos precisam mesmo se unir para resolver estas questões.

“A gente não consegue dormir em paz, estamos totalmente vulneráveis. É um absurdo o que estamos passando nesses últimos tempos” – disse Paulo Chiari. Por fim, colocou-se à disposição para contribuir e disse que vai colaborar com o que for necessário.

O Presidente do Sindicato Rural de Morrinhos, Vinícius Cândido disse que recentemente foi realizada uma reunião com o Major Leônidas e que ficou definido que o Sindicato Rural em parceria com algumas empresas ruralistas vão colaborar doando alguns equipamentos para a Polícia Militar otimizar seus trabalhos no meio rural. Entre outros, citou que será doado um Drone, uma bateria extra, um notebook, câmeras filmadoras e fotográficas, entre outros pequenos equipamentos para a PM.

O vereador, Sargento Romero disse que entre muitas ações, é imprescindível que Morrinhos tenha logo um Batalhão da Polícia Militar e uma Delegacia Regional de Polícia Civil.

“Isso vai melhorar a estrutura das polícias” – disse Ronaldo Romero. Segundo ele, Morrinhos já teve dois delegados e mais de 180 policiais militares, sendo que hoje esse número é bem menor para os trabalhos da 10ª CIPM.

Ronaldo Romero falou também, que é preciso ter um banco de horas mais amplo para a PM, em Morrinhos.

Os vereadores Maycllyn Carreiro, Heliton Nenê e Kuty também fizeram boas observações, solicitando maior presença de policiais militares nos bairros mais afastados do centro e dando mais segurança aos comerciantes desses setores.

O Presidente da Câmara, Wellington Dias disse que é mesmo preciso empenhar-se para que a 10ª CIPM seja transformada em Batalhão da Polícia Militar. Lembrou a ajuda que a Prefeitura e a Câmara já disponibilizam para as polícias, com cessão de servidores e recursos, inclusive para o Banco de Horas.

Wellington Dias disse que o bom relacionamento do prefeito Rogério Troncoso com o governo do Estado precisa ser mesmo aproveitada para levantar essas demandas. Mencionou que, em breve um Colégio Militar será implantado em Morrinhos.

E por fim, disse que as autoridades políticas, lideradas pelo prefeito Rogério Troncoso devem mesmo levar suas reivindicações aos governantes, citando o senador Wilder Morais, e os deputados Francisco Oliveira e Célio Silveira, que podem ajudar muito nas conquistas do que está sendo reivindicado.

O Prefeito Rogério Troncoso disse que todas as demandas serão consideradas. Mencionou que existem questões que serão resolvidas a médio e outras a longo prazo e enfatizou que as medidas que podem ser tomadas de imediato serão realizadas.

Rogério Troncoso ressaltou que é preciso fazer um trabalho de comunicação mais efetivo em favor das polícias, com a imprensa local divulgando os cuidados que a comunidade deve ter para evitar os crimes.

O Prefeito disse que todas as reivindicações e ideias levantadas na reunião serão consideradas e levadas ao Secretário de Estado da Segurança Pública, para que sejam tomadas ações efetivas para tirar as intenções do papel e tornar tudo realidade, em favor da melhor segurança pública.

Rogério Troncoso disse que nos próximos meses serão instaladas as primeiras câmeras para filmar locais estratégicos da cidade, inibindo as ações criminosas. Disse que até mesmo no meio rural, poderão ser implantadas câmeras para auxiliar na segurança pública.

O prefeito informou que a partir de abril já está acertado um recurso da prefeitura para o banco de Horas da PM, para uso exclusivo na vigilância do trânsito.

Redação: Leonardo Costa e Davi do Carmo, da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Morrinhos

%d blogueiros gostam disto: